publicidade

A Copa das Surpresas

Escrito por Renato Russo
Um dos maiores vencedores da história de todo o kartismo brasileiro

Lá se foi mais uma Copa Brasil, a 17ª. Desta vez foi em Vespasiano, no RBC Racing. Mais parecia Dubai que o Brasil, um calor insuportável, que judiou muito dos baixinhos e dos "véinhos", rsrsrs.

Uma copa com tantas surpresas, boas e ruins. O Alessandro Xavier, da Sênior A, que liderava a bateria final com uma vantagem gigante, praticamente impossível perder. Mas quebrou faltando duas voltas! Outra baixa ocorreu na Novatos, com o Guido Cotta. Ele largou abrindo uma grande vantagem e faltando cinco voltas correu o eixo e ele ficou no meio do caminho!

A Sudam foi também uma grande surpresa, onde o Olin Galli vinha imbatível, ganhando as duas baterias classificatórias com uma larga vantagem. Ele foi surpreendido na Final pelo Murilo Colleta, que largou bem e abriu o suficiente para levar o título. Mas não foi só a vitória dele que me chamou a atenção e sim a disputa entre ele e o Olin no placar, voltas constantes em cima de voltas rápidas, quando um baixava o outro descontava, bonito de ver! Marcel Colleta, da Júnior, que simplesmente variava um a dois milésimos por volta, fazia tempo que não via esse tipo de tocada!

Alguns favoritos também não deram sorte, por quebras indesejáveis, como o André Nicastro e o Caio Collet, com uma quebra na volta de apresentação!

Mas todo campeonato no Brasil tem seu lado negativo e, como sempre, a hora das inscrições, tumultuado, totalmente desorganizado. Na pista, penalidades sem noção, pois nesta Copa a regra era radical: quem bate atrás é o culpado. Mas, e se o da frente frear de propósito, como fica? Acho que os Comissários Desportivos deveriam conhecer melhor cada piloto ou "usar" imagens para depois punir!!!

Foi uma Copa Brasil de sucesso pelo número de participantes e o Rafael Cançado e a FMA estão de parabéns pela estrutura que montaram.

Parabéns a todos os campeões e a todos os participantes, lembrem que são vocês quem fazem o show!!!

Ah, não posso esquecer de parabenizar o Diego Ramos pela atitude em relação aos Adami. Ele segurou o pelotão na volta de apresentação para não dar a largada, já que os irmãos José Vitor e o Pedro Adami estavam parados na pista. Bela atitude para um garoto tão jovem. E parabéns às equipes do Nelsinho e do Danilo, levaram a maioria dos títulos. E a Techspeed, por mais um título de fábricas!!!

Obrigado sempre a Dolly, KTT, Techspeed, Sgarbi Hellmets, Carnes Del Sur, Corsa Macacões, Tibola Preparações e a RR Racing Team!

Abraço a todos.