publicidade

O Brasileiro na Paraíba

Escrito por Renato Russo
Um dos maiores vencedores da história de todo o kartismo brasileiro

O 51º Brasileiro foi um campeonato memorável, nem eu achei que daria tempo suficiente para o Circuito Paladino ficar pronto, mais pela cura do asfalto do que por qualquer outro fator!

Fiquei surpreso pela estrutura montada. Já rodei por muitos kartódromos mundo afora e pelo Brasil, mas nunca vi nada igual. Não é à toa que ele foi homologado pela CIK/FIA e tem pretensões de trazer para ano que vem uma etapa do Mundial.

Apesar da falta de muitos pilotos por causa da distância e do custo de viagem, foi um campeonato com nível muito alto de pilotagem, com muitas disputas acirradas e leais. Mas, mais uma vez, os Comissários Desportivos deixaram a desejar. Manobras desleais, pilotos jogando pesado, e nada fizeram, deixando o “pau comer solto”. Isso porque hoje em dia temos o recurso de câmeras, mas, infelizmente, essa é a real do kartismo brasileiro!

Poderíamos ter a Shifter com grid mais cheios, mas de novo a CBA resolveu não fazer a Shifter Sênior. Podia ter aproveitado que João Pessoa é uma cidade litorânea e com muitas opções de passeios para a família, mas não. Juro que não consigo entender!!!

Gostaria de agradecer ao Crispim pela hospitalidade, a todos da secretaria pela atenção, ao Bruno, Diretor de Prova, por me chamar a atenção rsrsrs. E ao Tibola Competição, KTT, Techspeed, Scudo Automotive, e a todos os mecânicos da RR Racing Team.

E, mais uma vez, parabenizar ao Crispim e a Paraíba pelo belíssimo kartódromo, que sirva de exemplo para outras cidades, pois estamos carentes de ÓTIMOS kartódromos por aqui. Não só de pistas, mas com estrutura, conforto, bem-estar, limpeza, parque fechado!