publicidade
17/10/2017 09:42

Diego Ramos e Felipe Baptista garantiram a dobradinha da Academia Shell Racing na Copa Brasil


Foto: Erno Drehmer

Pilotos da Academia Shell Racing fizeram dobradinha na Júnior


Numa final cheia de disputas e reviravoltas, Diego Ramos conquistou para a Academia Shell Racing o título da categoria Júnior na Copa Brasil, realizada no Circuito Paladino, em Conde, nas proximidades de João Pessoa, capital da Paraíba. Felipe Baptista completou a dobradinha da Academia Shell Racing, graças a uma ultrapassagem na antepenúltima curva da prova.

Tanto Felipe, que havia sido o segundo no grid, como Diego, o oitavo, perderam posições após a largada. Mas ambos, com um ótimo desempenho nos seus karts, rapidamente iniciaram excelente recuperação e partiram para cima dos adversários.

Felipe chegou logo ao terceiro lugar e iniciou feroz batalha pela liderança. No entanto, os três primeiros colocados perderam tempo e isso ajudou Diego a encostar no pelotão. Baptista chegou a assumir a liderança, mas acabou espremido na grama e perdeu terreno, a seguir caindo para sexto.

Diego se aproveitou da disputa, passou o colega da Academia Shell Racing e saiu em perseguição aos dois concorrentes que estavam à sua frente no terço final de prova. Ele passou um por volta e levou o kart #13 à liderança, inclusive administrando a vantagem nas passagens finais.

Em ótima recuperação, Felipe também foi passando um concorrente por volta e ainda salvou o segundo lugar com uma sensacional ultrapassagem na última volta, a três curvas da bandeirada.

Na frente, Diego Ramos consolidou a vitória e comemorou o segundo título na temporada --em julho, o piloto da Academia Shell Racing já havia comemorado seu terceiro campeonato brasileiro de kart.

'Estou muito feliz por mais um título este ano. Foi uma corrida muito disputada e felizmente deu para vencer mais essa. É a minha primeira Copa Brasil pela Academia Shell Racing e fico bastante contente com esse resultado. Agradeço à Shell e também pela torcida de todos', disse Diego Ramos.

'Foi bem legal, no começo perdi tempo e complicou a corrida. Mas no fim eu estava muito rápido, estava 0s3 mais veloz do que todos à minha frente. Só no fim, o kart ficou com pneu velho e estava bem solto e escorregando muito. Mas consegui forçar uma ultrapassagem no fim e segurar nas últimas curvas. Uma pena não ter conseguido o título, eu queria muito e estava rápido mas valeu', declarou Baptista.

Fonte: Luís Ferrari

  • Não há comentários cadastrados até o momento!