publicidade
17/10/2017 15:54

Guilherme Figueiredo marcou a pole position e foi ao pódio na última competição nacional da temporada


Foto: Flávio Quick

Guilherme Figueiredo


Terminou neste sábado (14) a 19ª edição da Copa Brasil. A competição teve vez no Circuito Internacional Paladino, em João Pessoa, na Paraíba, e contou com a participação de quase 150 concorrentes de todas as regiões do país.

Participando das disputas pela categoria Júnior Menor, o sergipano Guilherme Figueiredo (Banese Card | Banese Corretora de Seguros | Maratá | Restaurante Karranca’s) foi um dos competidores que mais se destacou na competição e, de forma brilhante, finalizou o campeonato no pódio, na terceira posição.

A participação de Figueiredo nesta edição da Copa Brasil foi bastante intensa. Após ter visitado a pista em setembro com a sua equipe técnica de chassis e motores, o jovem conseguiu preparar um ajuste muito bom para o seu equipamento. Com isso, desde os primeiros treinos ele esteve sempre os mais rápidos da pista.

O cronograma da competição foi longo, com treinos livres que foram realizados na terça e quarta-feira. Na quinta, com confiança plena em seu equipamento e na sua pilotagem, Guilherme voltou a colocar em prática o que mostrou nos treinos e, com isso, garantiu a pole-position.

As duas provas classificatórias foram disputadas na sexta-feira. Em ambas, a atuação de Figueiredo aconteceu de forma bastante similar. Ele largou da pole, sofreu certa pressão nas primeiras voltas e, em seguida, se distanciou do pelotão, criando uma confortável vantagem para vencer em ambas as ocasiões.

Na última e decisiva bateria Figueiredo chegou com confiança total. Após uma boa largada ele se assegurou na liderança, porém, muito pressionado. Ainda na primeira volta, no afã de abrir logo de seus concorrentes, Guilherme acabou por retardar demais a freada para a curva de entrada da parte mista do circuito. Com isso, ele acabou indo para a parte suja da pista e foi superado por quatro adversários, caindo assim para o quinto lugar.

Com sua garra de sempre, o piloto seguiu na pista. Porém, com os pneus já desgastados das duas corridas anteriores, ele não conseguia mais se destacar tanto em relação aos demais. Com isso, os karts dos cinco primeiros rendiam praticamente igual, impossibilitando uma reação mais enérgica de Guilherme. Mesmo assim, com muito arrojo, o jovem de Aracajú superou mais dois adversários e recebeu a bandeirada final na terceira posição.

“Foi uma pena o que aconteceu. Fui o mais rápido durante todo o campeonato. Fiz a pole e venci as duas classificatórias. Infelizmente, na Final, eu acabei cometendo um pequeno erro que me custou o título. Agradeço demais aos meus patrocinadores e familiares e vamos com tudo para os próximos desafios”, completou o piloto da Banese Card | Banese Corretora de Seguros | Maratá | Restaurante Karranca’s.

Fonte: Quick Comunicação e Marketing

  • Não há comentários cadastrados até o momento!