publicidade
15/12/2017 17:19

EXTRA: CBA anuncia novos motores e categorias e apresenta grande pacote de incentivo ao kartismo nacional


Foto: IAME

O motor OK


A Comissão Nacional de Kart, departamento da CBA responsável pela gestão e promoção do kartismo no Brasil, tem trabalhado de forma incessante para apresentar novidades e incentivos que visem o aumento da participação de pilotos nas competições oficiais. Sob o comando do mineiro Pedro Sereno, várias ações estão sendo realizadas de maneira a oferecer novidades e, sobretudo, incentivo aos pilotos e equipes.

Levando em conta este ideal, a CNK realizou um amplo estudo de mercado em nível mundial e, feito isso, entrou em contato com os principais fabricantes de motores de kart do planeta em busca de trazer o que existe de mais moderno em termos de tecnologia para o esporte sem, contudo, que os competidores fossem muito onerados por isso.

Assim, após receber as propostas de cada um dos grupos comerciais, a entidade chegou à sua conclusão de apresentar ao mercado o que tem sido considerada a maior inovação do kartismo nos últimos anos.

Categorias CODASUR e CODASUR JUNIOR – A partir de 2018 serão criadas as categorias CODASUR e CODASUR JUNIOR, em substituição às antigas SUDAM. Ambas as classes serão regulamentadas pela CODASUR.

Estas classes irão utilizar os novos motores IAME CODASUR de 175cc e suas determinações completas farão parte do Regulamento Nacional de Kart 2018. Estes propulsores, mais rápidos e modernos que os antigos SUDAM, prometem abrir as portas de um novo momento para as competições destas categorias tanto no Brasil como em toda a América do Sul.

Como forma de incentivo ao fomento e implantação da categoria, o grupo de empresas formado pela IAME (Itália), MG Pneus e RBC Motorsport irá fornecer estes motores, por meio do sistema de aluguel e sorteio, de forma GRATUITA, para as disputas do Campeonato Brasileiro.

Este benefício está documentado para a sua permanência por três anos (2018/2019/2020), podendo a parceria ser reeditada por mais três anos (2021/2022/2023). Além dos motores, as vantagens incluem ainda o fornecimento GRATUITO de dois jogos de pneus do tipo slick para as corridas e, ainda, um jogo de pneus de chuva (este último, caso não seja utilizado, deverá ser devolvido para o representante MG Pneus nos eventos). As inscrições serão limitadas a 36 pilotos por categoria. A categoria CODASUR JUNIOR receberá estas mesmas condições para a Copa Brasil.

PRÊMIO -> Este mesmo conglomerado de empresas, de forma a ampliar as vantagens, irá oferecer ao Campeão Brasileiro a possibilidade de disputar as provas do Campeonato Mundial de Kart CIK/FIA com todas as despesas de competição pagas.

Categoria OK CIK/FIA – A partir de 2018, levando-se em conta o alinhamento do kartismo nacional com as principais competições do kartismo mundial, será regulamentada no Brasil a categoria OK CIK/FIA.

Esta classe irá utilizar os motores IAME, modelo OK, com homologação CIK/FIA. Suas determinações completas farão parte do Regulamento Nacional de Kart 2018.

Como forma de incentivo ao fomento e implantação da categoria o mesmo grupo de empresas irá fornecer estes motores em sistema de aluguel e sorteio para as disputas do Campeonato Brasileiro e da Copa Brasil. O valor do aluguel será de R$ 1.300,00 por evento. Este valor, com grande percentual subsidiado pelas empresas, tem o benefício documentado para a sua permanência por três anos (2018/2019/2020), podendo a parceria ser reeditada por mais três anos (2021/2022/2023). Além dos motores as vantagens incluem ainda, para as mesmas competições, o fornecimento GRATUITO de dois jogos de pneus do tipo slick para as corridas. As inscrições serão limitadas a 36 pilotos por categoria.

PRÊMIO - Da mesma forma que as categorias CODASUR, o conglomerado de empresas irá oferecer ao Campeão Brasileiro da OK CIK/FIA a possibilidade de disputar as provas do Campeonato Mundial CIK/FIA com todas as despesas de competição pagas.

“Estamos vivendo um momento ímpar de modernização e crescimento do kartismo nacional. A CBA procurou gerenciar o processo de determinação destas novas categorias da forma mais justa possível, sempre com o objetivo de proporcionar o maior benefício para os pilotos. Os maiores grupos comerciais do kartismo mundial estiveram em contato conosco e, temos certeza, fizemos a melhor escolha para o esporte. Vamos seguir trabalhando em prol do kartismo nacional e esperamos um ano de 2018 com muitos pilotos nas pistas”, comentou Pedro Sereno, presidente da CNK.

Fonte: Quick Comunicação e Marketing

  • Não há comentários cadastrados até o momento!