publicidade
26/09/2017 14:10

Felipe Drugovich conquistou sétima vitória no ano e encerrou a temporada da F4 Alemã em 3º


Foto: Divulgação

Felipe Drugovich


Foi mais um final de semana de altos e baixos esse de encerramento do Campeonato Alemão de F4 em Hockenheim. O brasileiro Felipe Drugovic venceu no sábado largando da 2a posição e assumiu a liderança do Campeonato, virando o jogo contra os seus adversários diretos Vips e Armstrong. Abriu quatro pontos na liderança (estava 19,5 pontos atrás na 6a feira, lembram?) e esperou tranquilo a segunda prova do sábado quando largava de novo na 2a posição.

Pouco antes da largada o caldo começou a entornar por causa de uma falha mecânica que apareceu pouco antes da largada. Felipe teve que largar dos boxes, mas com o carro já comprometido foi forçado a abandonar. Foi a 6a vez no ano que ficou sem marcar pontos o que acabou fazendo a diferença no final. Vips e Armstrong, que largavam de novo bem atrás marcaram pontos importantes e adiaram a decisão para a prova final de domingo. 

É que no domingo a tarefa ficou, então, ainda mais árdua, já que o grid é formado pelas 10 primeiras colocações invertidas da 1a prova do sábado. Isso colocava Felipe largando em 10o com Armstrong em 1o e Vips em 3o! O jovem paranaense não se intimidou e ainda galgou 5 posições para terminar em 5o. Armstrong ficou com o 2o lugar e Vips terminu em 3o. Com isso os dois ficaram com as duas primeiras colocações no Campeonato e Felipe terminou em 3o no ano a apenas 9 pontos do 1o e 4,5 pontos do 2o!

Como o maior vencedor da categoria no ano (7 provas, sendo 6 no Campeonato Alemão e 1 no Campeonato Italiano) Felipe Drugovich ainda liderou mais voltas e mostrou não só velocidade e inteligência nas provas. Mostrou também uma fortissima personalidade em seus apenas 17 anos. Não desistiu nunca de lutar e a sua atitude depois da quebra de sábado foi a prova maior da sua serenidade, não reclamou, não resmungou e não se abateu. Todos que tiveram oportunidade de presenciar esse ano dele nas pistas concordam que presenciaram o surgimento de um piloto especial.

Nos próximos dias Felipe vai analisar as propostas que tem para 2018 nas próximas categorias para continuar fazendo tocar o nosso Hino Nacional tantas vezes pelas pistas de toda a Europa.

O brasileiro tem Patrocínio da Drugovich/Mahle/Noma, três empresas que entendem e acreditam também no Automobilismo como forma de promover países, tecnologias e qualidade de vida.

Fonte: Carlos Cintra Mauro | Textobras

  • Não há comentários cadastrados até o momento!