publicidade
05/12/2017 08:35

Última rodada em Lauro de Freitas definiu os novos campeões do kartismo baiano


Foto: Gabriela Simões

O kartismo da Bahia conheceu no último final de semana seus novos campeões. No Kartódromo Ayrton Senna, em Lauro de Freitas, foi disputada a última rodada do Campeonato Baiano, que revelou Júlio César Filho, Euvaldo Luz e a dupla Sérgio Vigano / Anderson Lopes como os grandes vencedores da temporada na Sport 400 A, Sport 400 Master e Rental, respectivamente.

O campeão da Sport 400 B já tinha sido definido na penúltima rodada e o título ficou com o sergipano Matheus Menezes. Na pista, após a bandeirada da largada do domingão decisivo, a adrenalina tomou conta do kartódromo com a disputa da primeira bateria da categoria Rental, intensa e com vários pegas em todas as posições.

Perto do final, um acidente envolvendo vários karts, mas sem maiores consequências, causado por um estouro de motor, derramou uma boa quantidade de óleo na pista, que teve que ser limpa, atrasando um pouco o cronograma da prova. No final das 17 voltas, os vencedores foram Leonardo Taboada e Sérgio Sacramento, seguidos de Eric Sedlmayer e Nathan Sedlmayer e Iure Campos e Jorge Oliveira.

Em seguida foram para pista os pilotos da Sport 400 B. O campeão Matheus Menezes conseguiu a pole, mas foi logo ultrapassado por Sérgio Tavares, que liderou por quase toda a bateria. Na última volta, Matheus partiu para o ataque e conseguiu a ultrapassagem no final da reta oposta, terminando com a primeira colocação na bateria.

Em seguida foi a vez da Sport 400 A. Mais rápido na tomada de tempo, o experiente piloto Euvaldo Luz largou na pole e ainda viu Valdemiro Oliveira e Paulo Galeas largarem na frente do seu adversário na luta pelo título, o jovem Júlio César Filho, que precisava de uma terceira colocação, caso Euvaldo vencesse. Mais rápido após a largada, Galéas assumiu a ponta e abriu distância sobre Luz.

Largando na segunda posição, por fora, na parte suja da pista, Valdemiro teve um pneu furado na primeira curva e foi vendo seu rendimento cair a medida que o pneu baixava até ser ultrapassado por Júlio Filho, que colocou o regulamento “debaixo do braço” e começou a luta pelo título, escoltado pelo pai, que fazia o trabalho de equipe, para garantir o título para a família.

Depois de abrir uma grande vantagem na ponta, Galeas abandonou a disputa com problemas no motor do seu kart, deixando a primeira colocação para Euvaldo Luz. A primeira bateria terminou com Euvaldo Luz em primeiro e Júlio Cézar Filho em segundo, adiando a decisão para a última e decisiva bateria.

Na segunda bateria da Sport 400 B, o talentoso piloto argentino Sergio Vigano, que compete na categoria Rental, também correu. Ele foi protagonista de belas disputas com seus concorrentes e terminou em primeiro na segunda bateria. Porém, para não interferir no resultado, optou em não fazer a vistoria em seu kart e ficou com a pontuação zerada. Assim, o piloto Helden Pita foi o vencedor da segunda bateria, mas Wilson Maciel ficou com o vice na soma dos resultados.

Na bateria decisiva da Sport 400 A, os karts voltaram para a pista na mesma ordem de largada que acabou a primeira bateria, mas com os motores invertidos do primeiro ao último colocado. Após a bandeirada, Euvaldo pisou fundo a abriu vantagem. Júlio Filho largou em segundo e manteve a posição, escoltado pelo pai, até o final da prova, o que era suficiente para assegurar o título de campeão, com um ponto de vantagem sobre Euvaldo Luz, que ficou com o título da Master.

A última bateria a ir para a pista foi da Rental. Depois de 17 voltas, houve uma inversão entre os dois primeiros colocados em relação à primeira bateria, com Eric e Nathan Sedlmayer em primeiro e Leandro Taboada e Sérgio Sacramento em segundo. Depois dos descartes, o argentino Sérgio Vigano e Anderson Lopes ficaram com o título de campeão da categoria.

Pontuação final após 12 provas:

Sport 400 A
1 Júlio Cesar Filho - 84 pontos
2 Euvaldo Luz - 83
3 Valdemiro Oliveira - 65
4 Júlio César - 62
5 Armando Duran - 52 
6 Luiz Avaci - 46
7 Danilo Botelho - 39
8 Paulo Galleas - 29  
9 Carlos Henrique - 26
10 Victor Luz - 16
11 José Pedro - 12
12 Christiano Saldanha – 1

Sport 400 B
1 Matheus Menezes - 82
2 Wilson Maciel - 70
3 Helden Pita - 68
4 Sérgio Tavares - 68
5 Zilney Campello - 59
6 Marcos Braga - 58
7 Jaime Marques - 40
8 Hélcio Prates - 20
9 Bira Júnior - 19
10 Alexandre Peres - 18
11 João Gonçalves - 12
12 Victor Oliveira - 11
13 Aelson - 8
14 Fernando Bahiense – 4

Sport 400 Master
1 Euvaldo Luz - 86
2 Valdemiro Oliveira - 76
3 Júlio César - 69
4 Armando Duran - 67
5 Luiz Avaci - 56
6 Carlos Henrique - 40
7 Paulo Galleas – 38

Rental
1 Sérgio Vigano/Anderson Lopes - 79
2 Leonardo Taboada/Sérgio Sacramento - 75
3 Elísio/Thiago Villa/Francisco Neto - 66
4 Sérgio Alencar/Laus Marshall - 63
5 Iure Campos/Jorge Oliveira - 48
6 Marcos Carneiro/ Antônio Senna - 42
7 Adeilton Joventino/Jose Joventino - 41
8 Luiz Fernando/Henrique Copello/José Juvintino - 39
9 Eric Sedlmayer/Nathan Sedlmayer - 35
10 João Ferreira/Robson Barroso - 24
11 Keoni Issa/Esdra Matta/Danilo - 22
12 Vítor Almeida/Hugo Copello/Alex Paiva - 20
13 Edney Lira/Maurício Alvim - 19
14 André Gramacho/Eduard Ramos - 15 

Fonte: Miguel Brusell

  • Não há comentários cadastrados até o momento!