publicidade
12/12/2017 09:30

Gabriel Koenigkan fechou primeira temporada completa com títulos e grande destaque na Mirim


Foto: Divulgação

Gabriel Koenigkan recebeu o Capacete de Ouro


Campeão brasileiro e vencedor do Capacete de Ouro na categoria Revelação, o brasiliense Gabriel Koenigkan destacou-se mais uma vez no último sábado (9), competindo na 10ª e última etapa da Copa São Paulo Light de Kart. A competição, disputada em regime de rodada tripla, foi realizada no Kartódromo Aldeia da Serra, em Barueri (SP), quando o jovem piloto, de apenas 8 anos, sagrou-se vencedor na categoria Mirim.

Em um ano em que se revelou como um dos principais nomes da categoria, a primeira na base do kartismo nacional, Koenigkan não disputou as duas primeiras etapas da Copa São Paulo Light. Mas, ainda assim, chegou à última rodada em condições de lutar pelo título, objetivo que só não alcançou exatamente por não ter competido desde o início.

Segundo colocado na tomada de tempos, Gabriel Koenigkan venceu as três baterias da etapa, conquistando assim o primeiro lugar na rodada. Porém, os pontos que faltaram em função de sua ausência nas duas primeiras etapas, aliados aos descartes obrigatórios previstos em regulamento, impediram que o jovem brasiliense repetisse o gesto de levantar o “caneco” como campeão.

“O Gabriel teve uma bela participação no Light, mas suas chances de ser campeão ficaram atrapalhadas por não ter competido desde o início”, lembra Flávio Koenigkan, pai de Gabriel. “Ele fez uma bela campanha da 3ª até a 10ª etapa, quando somou mais pontos que os outros concorrentes. Mas isso faz parte, não há o que lamentar, apenas comemorar, pois ele teve um ano fantástico”, completou.

O ano fantástico de Gabriel Koenigkan foi composto por três grandes conquistas, a primeira delas em julho, no Kartódromo Beto Carrero, em Penha (SC). Disputando seu segundo Campeonato Brasileiro, ele integrou o maior grid da história da competição, que reuniu mais de 500 competidores. Em sua categoria, a Mirim, com 21 competidores, ele venceu três das quatro baterias, especialmente a Final, e se sagrou campeão do evento mais importante do kartismo nacional, na verdade o sonho de todo piloto de kart.

E em novembro outras duas conquistas deixaram a temporada de Gabriel Koenigkan ainda mais completa. A primeira delas foi ter sido agraciado com o Capacete de Ouro, considerado o “Oscar” do automobilismo brasileiro, já que – depois de se classificar entre os três finalistas – foi eleito o melhor piloto da categoria Revelação por um colegiado de jornalistas especializados.

Por fim, no final de novembro, ele conquistou o título de campeão da Copa São Paulo KGV, competição disputada no Kartódromo Granja Viana e fechou sua primeira temporada completa no kartismo somando mais um importante título.

“Em sua primeira temporada no kartismo o Gabriel enfrentou muitas dificuldades, dentre elas o pouco tempo para treinar nas pistas de São Paulo, ao contrário de boa parte dos concorrentes, que moram próximo. Normalmente, o Gabriel chega um ou dois dias antes da tomada de tempos e das corridas e tem que trabalhar de forma intensa em sua adaptação ao traçado e no acerto do kart. Mas mesmo assim ele se saiu muito bem, conquistou títulos importantes, dentre eles o Brasileiro, o mais significativo de todos”, avalia Flávio Koenigkan. “E já vamos traçando nossos planos para 2018, para repetirmos essa bela temporada”, finaliza.

Fonte: KG COM Assessoria de Comunicação

  • Não há comentários cadastrados até o momento!