publicidade
11/11/2017 14:58

Brasil encerra participação no Rotax Max Challenge Grand Finals com dois Top 10


Foto: Erno Drehmer

O último dia do Rotax Max Challenge Grand Finals não podia ser diferente: muita festa, muita comemoração e muita emoção – ah, e claro, muita organização. A primeira atividade foi o aquecimento para as seis categorias em disputa e, logo depois, um “drivers parade”, quando todos os pilotos foram à pista, separados por delegações, empunhando placa e bandeira de seus países.

A primeira final foi a da Micro Max, que tinha a brasileira Antonella Bassani largando em 9º - entre 36 concorrentes – depois dos treinos “tímidos”, com alguns problemas, e de uma tomada de tempos em que ficou apenas com o 22º lugar. A catarinense rapidamente conquistou posições e chegou a estar em 4º. Porém, com perda de rendimento, ela perdeu também algumas posições, não conseguiu recuperá-las e terminou em 8º, ou seja, entre os oito melhores do mundo. Keanu Al Ahzari, dos Emirados Árabes, foi o vencedor na pista. Mas, depois de queimar a largada, sofreu penalização de 10 segundos, caiu para 14º e o título ficou com o francês Louis Iglesias.

Vinícius Tessaro foi o próximo brasileiro na pista, disputando a Final da Mini Max aqui em Portugal, no Kartódromo Internacional Algarve. Partindo de 16º, o brasiliense fez uma grande largada e ao final da primeira volta já era o 8º. Mas, a partir daí, sentiu seu kart escorregar e, impossibilitado de crescer, lutou pelo 7º lugar, que obteve na bandeirada final, ficando também com um excelente resultado: o sétimo melhor do mundo em sua categoria. O campeão foi mais um francês, Marcus Amand.

Na Júnior não tivemos representante na Final, pois Rafael Câmara, após ter tido problemas em alguns momentos, não conseguiu classificar-se, por muito pouco. Ao fim das classificatórias e Pré-Final, ele foi o 37º, ficando fora da disputa por uma posição, já que se classificavam os 36 melhores. Na pista, uma bela disputa, especialmente entre dois holandeses, Tijmen Van Der Helm e Senna Van Valstjin, e o britânico Jaiden Pope. Depois de várias trocas de posição, título para Van Der Helm.

Guilherme Peixoto participou da Final da Sênior Max, partindo da 30ª posição depois de ter feito uma má tomada de tempos, que refletiria em todas as largadas que fez. Sempre partindo de trás, das últimas posições, em duas oportunidades ele terminou entre os 17 primeiros. Isto, porém, não foi suficiente para que ele pudesse largar mais à frente na Final. Nesta, ele não conseguiu repetir as boas largadas e não teve oportunidades de crescer. Mas, chegou à Final em seu primeiro Mundial, algo bastante difícil. O campeão foi o britânico Brett Ward.

Penúltima decisão em Portugal, a DD2 Masters teve Fernando Guzzi, Michel Aboissa e Alexandre Trita. Guzzi largou em 10º e terminou em 26º depois de ter um kart que escorregava bastante, mesma situação vivida por Michel Aboissa, que terminou em 19º. Trita, que em seu primeiro Mundial conseguiu chegar à Final, teve que abandonar após completar seis voltas. O campeão foi o australiano Troy Woolston.

Por fim, a DD2 foi a última prova deste Rotax Max Challenge Grand Finals, e teve a participação do brasileiro Ruan Belizário, que conquistou a última vaga na Final. Líder no treino de aquecimento, o paulista cresceu o que pôde durante a prova e finalizou em 21º, também conquistando o direito de ir à Final em seu primeiro Mundial. O campeão foi o também australiano Cody Gillis, na Final mais tranquila até aqui, com mais de 4 segundos de vantagem.

Bem, o resumo de tudo é: parabéns aos pilotos brasileiros. Muitos participaram de um Mundial pela primeira vez e todos entenderam e enfrentaram as dificuldades, alguns ficaram pelo caminho – e isto é natural em um esporte tão competitivo e, neste caso específico, com equipamentos tão iguais – e outros seguiram em frente, indo à Final. E representaram muito bem o nosso kartismo.

Veja agora um vídeo final da nossa cobertura, onde Fernando Guzzi, que fez seu sexto mundial, analisa a participação brasileira.

Fonte: Portal Kart Motor | Erno Drehmer - direto de Portugal

  • Não há comentários cadastrados até o momento!