publicidade
10/07/2016 19:14

Barrichello, Nienkotter, Rosate e Câmara conquistaram o titulo Sul-Americano de Rotax no Peru


Foto: Mario Ferreira | Rotax

Rubens Barrichello


A expectativa virou realidade. O “Brazilian Storm” do Kart encerrou, neste domingo, em Lima, no Perú, sua participação na edição de 2016 do International Rotax Max Challenge South American, o Campeonato Sul-Americano de Kart. Com 21 representantes, o país conquistou quatro dos sete títulos em disputa. Principal estrela do evento, o ex-piloto de Fórmula 1, Rubens Barrichello, conquistou o bicampeonato da competição e carimbou, mais uma vez, o passaporte para as Olimpíadas do kart, que será realizada na Itália, no final do ano.

Foram quatro dias, entre treinos, corridas classificatórias e corridas pré-finais e finais. Os 21 representantes do Brasil davam indícios de que eram os favoritos em, pelo menos, cinco categorias. Dos quatro campeões, três deles conquistaram o bicampeonato, após vencerem a edição de 2015, realizada em Florianópolis (SC). Na DD2, Barrichello, que havia dominado tudo, confirmou o favoritismo e venceu, de forma brilhante, mais uma vez. Na DD2 Masters, foi a vez do catarinense Leonardo Nienkotter garantir seu segundo título. Já na Senior Max, João Rosate confirmou o bicampeonato. O “estreante” na turma de vencedores foi o pequeno Rafael Câmara, que conquistou o título da Mini Max.

De fato, o Brasil se consolidou como a principal referência do kartismo Sul-Americano e uma das principais potências mundiais das categorias equipadas com motores Rotax. Durante os quatro dias, o domínio dos brasileiros foi amplo. Na Micro Max, que teve o argentino Lucas Bohdanowicz como vencedor, Antonella Bassani e Enrico Martins sempre estiveram entre os líderes. Na final, a garota catarinense ficou com o vice-campeonato. Na Mini Max, Fernando Barrichello (2o), João Vitor Barcelos (4o) e Theo Manna (5o) mostraram que a nova geração do kartismo brasileiro é excelente.

Na DD2 Masters, Michel Aboissa brigou até o final pelo título e cruzou a linha de chegada na quarta colocação, enquanto Fernando Guzzi foi o sexto. Na Senior Max, Luca Travaglini foi o quarto e Pietro Guglielmi, o 11o. Na Max Masters o título passou perto, com Marcelo Manna ficando com o vice.

A categoria Junior Max, que teve amplo domínio dos brasileiros durante todo o final de semana, foi surpreendida com o excelente desempenho do colombiano Henry Cubides, que conquistou o título. Para o Brasil, Victor Schoma ficou em segundo, Christian Filter, em terceiro, e Eduardo Barrichello, o quarto. 

Com os resultados, o Brasil se consolidou como o maior vencedor na edição de 2016 do Campeonato Sul-Americano. “É motivo de muito orgulho ver o nível de competitividade dos pilotos brasileiros. Isso é reflexo do trabalho que está sendo feito no Brasil e, principalmente, da aceitação absoluta dos pilotos, que viram na Rotax a possibilidade de disputar corridas em qualquer parte do mundo de forma competitiva”, disse Wilton Santos Junior, responsável pela Rotax no Brasil.

Agora, as atenções se voltam para a final da Copa Rotax e para o Festival Brasileiro, que serão disputados em agosto e setembro, em São Paulo, valendo vagas para as Olimpiadas do Kart, que será realizada em Sarno, na Itália, em outubro.

Confira os três primeiros colocados de cada categoria e a classificação dos brasileiros:

Micro Max
1. Lucas Bohdanowicz (ARG)
2. Antonella Bassani (BRA)
3. Daniel Diaz (COL)
9. Enrico Martins (BRA)

Mini Max
1. Rafael Câmara (BRA)
2. Fernando Barrichello (BRA)
3. Valeria Vargas (COL)
4. João Vitor Barcelos (BRA)
5. Theo Manna (BRA)

DD2 Masters
1. Leonardo Nienkotter (BRA)
2. Patrício Larrea (EQU)
3. Chris Adams (BELGICA)
4. Michel Aboissa (BRA)
6. Fernando Guzzi (BRA)

Junior Max
1. Henry Cubides (COL)
2. Victor Schoma (BRA)
3. Christian Filter (BRA)
4. Eduardo Barrichello (BRA)
9. Nicolas Filter (BRA)
26. Guilherme Peixoto (BRA)

DD2
1. Rubens Barrichello (BRA)
2. Christian Taleb (EQU)
3. Pablo Prado (CHI)

Max Masters
1. Rafael Fernandez (PER)
2. Marcelo Manna (BRA)
3. Fernando Sanchez (COL)
4. Luiz Silva (BRA)
5. Luiz Col (BRA)
9. Michel Aboissa (BRA)

Fonte: WNGMKT.

  • Não há comentários cadastrados até o momento!