publicidade
07/04/2016 16:48

Super Kart Brasil 22 teve dia de calor e muitos treinos no Kartódromo de Interlagos


Foto: Sylvia Carcasci

Com temperaturas altas e sol bastante forte, o Kartódromo Ayrton Senna, em Interlagos, na zona sul de São Paulo, está recebendo as atividades da 22ª edição do Super Kart Brasil, que mais uma vez integra a programação da Copa São Paulo Granja Viana – ambos são supervisionados pela Liga Paulista de Automobilismo (LPA). Nesta quinta-feira (7), a movimentação se deu em torno dos treinos livres, que reuniu um bom número de pilotos na pista.

Para esta sexta-feira está prevista a realização da tomada de tempos e a primeira bateria da maioria das categorias do Super Kart Brasil: Cadete, Júnior Menor, Júnior e Graduados. As Sêniores e a Shifter farão estas atividades no sábado, quando todas as categorias disputarão também sua segunda bateria. A Shifter, entretanto, compete em regime de prova única.

Bruno Grigatti, bicampeão do Super Kart Brasil e campeão da última edição pela Shifter, foi um dos pilotos que treinaram hoje. “O Super Kart Brasil e a Copa São Paulo são sempre um grande evento, ainda mais agora, acontecendo em conjunto”, elogia. “Temos ótimas expectativas pessoais no sentido de tentar vencer mais uma vez. Os treinos estão ótimos, estou sempre entre os mais rápidos. Não se pode falar em vitória de forma antecipada, especialmente em um grid categorizado como este, mas estamos otimistas. Interlagos é minha segunda casa, é sempre bom voltar para cá”, disse o piloto, que compete na categoria mais rápida do kartismo brasileiro.

A 22ª edição do Super Kart Brasil conta com inúmeros outros campeões, tais como Ricardo Thomazi, quatro vezes vencedor, sempre pela Super Sênior, da qual é o atual campeão. Gianluca Petecof, tricampeão do Super Kart Brasil, também está presente e buscará o tetra, mais uma vez pela Júnior.

Porém, quando se fala em quantidade de títulos, ninguém tem mais do que Marcel Della Coletta. Vencedor da última edição, pela Graduados, o paulista coleciona seis conquistas, obtidos em três categorias distintas, nas edições 9, 15, 18, 19, 20 e 21. “Eu lembro quando eu era Super Cadete e via o João Pedro Guim, que já tinha três títulos e eu não ainda não tinha sido campeão. Hoje tenho seis e é sempre muito bom ser campeão”, conta Coletta. “Mas para esse final de semana isso não ajuda em nada. Começamos tudo do zero, então temos que focar em muito trabalho para conquistar o sétimo título e ‘abrir’ um pouco de distância”, brinca o jovem piloto, que tem como “perseguidores” os pilotos André Nicastro e Vitor Baptista, com cinco títulos cada, mas que não disputam a edição 22.

Lançado em 2010 por sete dos maiores campeões da história do kartismo brasileiro, o Super Kart Brasil assim, está de volta ao Kartódromo de Interlagos, lugar onde praticamente aconteceu seu nascimento e grande parte de duas 21 edições.

PREMIAÇÃO – Notabilizado pela ótima premiação oferecida aos pilotos, o Super Kart Brasil inovou nesta 22ª edição e dará ao campeão da Júnior Menor, através da AMK Viagens, uma passagem aérea de ida e volta para a Paraíba, no período de disputas do Campeonato Brasileiro. Além disso, seus acompanhantes terão facilidades na compra de suas passagens e locação de veículos.

Os três primeiros colocados da Júnior receberão da Notiluca um par de óculos de sol do modelo Villas Boas, feito em madeira – e à mão – e que utiliza lentes Carl Zeiss, a maior e melhor fabricante de lentes óticas do mundo. A Sênior e Super Sênior receberão como prêmio 100% da taxa de inscrição (campeão), 50% (vice-campeão) e 30% (3º colocado), a serem utilizados na edição 23. A Shifter e Graduados receberão prêmios em dinheiro e os três primeiros da Cadete ganharão um aparelho eletrônico (campeão e vice) e uma mochila do SKB (terceiro).

Dentre os que trabalham no staff de cada piloto, o preparador de motor e a equipe do piloto campeão de cada categoria recebem, cada um, R$ 500,00 como prêmio, exceção feita à Cadete, onde os motores são sorteados.

O Super Kart Brasil tem apoio de MagiFlux, AMK Viagens, Paralego Racing, DDirani, Ibea Brasil, Ital Sistem, JB Kart Parts, RC Parts e TM Racing.

O SKB é apoiado pela Associação Racing – A Associação Racing é uma associação civil sem fins lucrativos, cujo objetivo é promover e auxiliar no desenvolvimento de pilotos de competição, além de desenvolver regras e métodos para a prática do kart no Brasil.

Fonte: KG COM Assessoria de Comunicação

  • Não há comentários cadastrados até o momento!