publicidade
04/07/2022 12:09

Alejandro Samaniego comemora o bicampeonato sul-americano Rotax e ganha vaga para disputar o Rotax Max Finals


Foto: Curva 1 Kart

O preparador Leandro Guimard, Alejandro Samaniego e o pai, Ivan Samaniego, comemoram o título


Cajicá, distante apenas 30 quilômetros de Bogotá, capital da Colômbia, certamente tem um lugar especial no coração do paraguaio Alejandro Samaniego (AG Aeroservices). No último final de semana, nesta cidade, no XRP Autodrome Race Line, ele conquistou pela segunda vez consecutiva o Campeonato Sul-Americano Rotax.

Em 2021, também em Cajicá, Samaniego venceu o Sul-Americano Rotax na categoria Junior Max, o que lhe valeu o direito de participar do Rotax Max Finals, o Campeonato Mundial da categoria. E no último sábado (2) o único piloto campeão sul-americano na história do kartismo paraguaio, repetiu a dose, vencendo a competição continental em outra categoria, a Sênior, destinada aos pilotos graduados.

A campanha de Alejandro Samaniego começou com um belo desenvolvimento nos treinos, quando esteve sempre entre os cinco primeiros colocados entre 19 competidores de toda a América do Sul. O bom desempenho se repetiu na tomada de tempos, quando o piloto do Paraguai foi o 4º colocado.

As provas classificatórias serviram para confirmar a competitividade de Alejandro Samaniego, que conquistou um segundo e dois quartos lugares e marcou a volta mais rápida nas três corridas, resultados que colocaram o paraguaio na 4ª posição no grid de largada da Pré-Final.

A penúltima prova do Campeonato Sul-Americano Rotax foi tensa para Alejandro Samaniego e foi uma boa oportunidade para que o piloto mostrasse seu poder de recuperação. Depois de largar em 4º, ele recebeu um toque que o fez perder inúmeras posições e cair para o 18ª lugar. Samaniego, então, imprimiu um ritmo intenso, ultrapassou 11 concorrentes e recebeu a bandeirada em 7º, de onde largaria para a Final.

Com um cenário diferente na Final, Samaniego conseguiu superar dois concorrentes na largada, subiu para a quinta posição e nas voltas seguintes escalou o pelotão até assumir a liderança. Um novo toque, porém, o fez cair para quarto, mas rapidamente o paraguaio subiu para o terceiro lugar, pressionando o líder e o segundo colocado.

E, na última volta, uma batida entre os dois primeiros colocados fez com que Alejandro Samaniego (AG Aeroservices) assumisse a liderança e partisse para a comemoração pela conquista de seu segundo e consecutivo título de campeão sul-americano.

“Não é fácil ser campeão sul-americano por duas vezes consecutivas e em categorias diferentes. E estou muito orgulhoso e feliz por esta conquista tão difícil”, resumiu Alejandro Samaniego. “Foi uma Final muito tensa e que recompensou nosso trabalho, dedicação e sacrifício nos mais diversos sentidos”, finalizou o piloto, que novamente obteve classificação para disputar o Rotax Max Finals.

Fonte: KG COM Assessoria de Comunicação

  • Não há comentários cadastrados até o momento!