publicidade
18/12/2021 12:57

Bruno Grigatti e Waldir Belizario vencem a Final e comemoram o título na KZ Graduados e KZ Sênior


Foto: Gilmar Rose

Waldir Belizario


Cheia de reviravoltas antes mesmo ter sua largada validada, a KZ Graduados e KZ Sênior - que largaram juntas - fizeram uma prova intensa em que o pole position Pedro Piquet acabou saindo da pista após um toque na primeira volta.


Bruno Grigatti largou bem e superou Piquet para abrir uma boa vantagem, enquanto Rosate se defendia de um incrível Danilo Dirani, que largara em último e já aparecia em terceiro com poucas voltas realizadas.


Dirani, porém, acabaria abandonando algumas voltas depois, ao mesmo tempo em que João Rosate se aproximava, atacava e superava Grigatti para assumir a ponta.


Waldir Belizario, por sua vez, liderava na Sênior e aparecia em terceiro na classificação geral, à frente do graduado Andrey Fortes, e de Adriano Amaral, seu concorrente na luta pelo título da divisão.


Rosate imprimia um ritmo forte e após 15 voltas já tinha uma vantagem de 2,5 segundos sobre Grigatti, enquanto Pedro Piquet, que caíra para 12º após a saída de pista, já figurava em sexto na geral e em 3º na Graduados.


As últimas voltas mostraram pouca - ou nenhuma - mudança e assim João Rosate comemorava a vitória e seu segundo título de campeão brasileiro, já que o goiano venceu em 2014 pela Júnior. Waldir Belizario, por sua vez, repetia 2017 e, novamente no Beto Carrero, sagrava-se bicampeão brasileiro.


Grigatti e Piquet terminaram em segundo e terceiro na Graduados, enquanto Adriano Amaral, Felipe Wolff, Luís Carvalho e Fernando Baroudi fechavam os cinco primeiros na Sênior.


Porém, na pesagem e depois do tradicional “zerinho” de comemoração, Rosate acabaria desclassificado por falta de peso, ficando então Grigatti como campeão - seu primeiro título brasileiro - e Pedro Piquet como vice, seguido por Andrey Fortes.

Fonte: Portal Kart Motor | Erno Drehmer

  • Não há comentários cadastrados até o momento!