publicidade
04/07/2022 07:17

Bruna Tomaselli fez corrida de recuperação na 3ª etapa da W Series em Silverstone


Foto: W Series

Bruna Tomaselli


A brasileira Bruna Tomaselli, da Racing X, disputou neste sábado (2) a 3ª etapa da temporada da W Series no circuito de Silverstone, na Inglaterra. Após ter enfrentado problemas nos treinos e não ter conseguido boa posição no grid de largada, Bruna fez uma corrida de recuperação, completando a prova na 11ª posição.

Silverstone é um dos circuitos mais lendários do automobilismo mundial e, assim como boa parte das pistas tradicionais, seu traçado é cheio de particularidades. Assim como em 2021, quando as britânicas dominaram as primeiras posições das atividades da W Series, a etapa deste ano não foi diferente, com o domínio da atual campeã da categoria, Jamie Chadwick, que venceu.

Para Bruna Tomaselli, seu final de semana começou complicado já na única sessão de treinos livres, realizada na sexta-feira (1). “Eu saí para o treino e logo o carro começou a falhar. Com isso, acabei perdendo boa parte do treino. Depois foi visto que era um problema elétrico. Apesar de ter corrido aqui no ano passado, isso acabou fazendo com que eu fosse sem muitos parâmetros para a tomada de tempos. Na tomada, o problema foi solucionado, mas eu não consegui evoluir nos tempos como as outras pilotos”, contou a brasileira, que classificou seu carro na 15ª posição do grid, mas que se transformou na 14ª colocação depois da penalização imposta à espanhola Nerea Marti.

Largando em 14º, Bruna sabia que teria um desafio grande pela frente, já que o circuito de Silverstone não proporciona muitas ultrapassagens na categoria. “Meu objetivo aqui era me posicionar melhor no grid. Infelizmente, não foi possível e eu sabia que era ‘tudo ou nada’. Entre zerar nos pontos tentando e zerar fazendo uma corrida conservadora, eu prefiro tentar”, disse Bruna, que fez uma corrida com boas ultrapassagens, completando a prova na 11ª posição. “É claro que eu queria pelo menos ter pontuado. A corrida foi movimentada lá atrás e quando consegui passar a Tereza Babickova, eu já estava bem longe do outro pelotão”, completou.

Apesar do final de semana complicado e abaixo da expectativa de resultado, Bruna sai de Silverstone ‘viva’ na competição. “Eu me mantive na briga para ficar entre as dez primeiras. É claro que meu objetivo era sair daqui com muitos pontos acumulados, pelo menos repetindo o que fizemos em Miami. Mas, não foi isso que aconteceu e pelo cenário que tivemos, o prejuízo não foi dos piores”, disse Bruna, que está empatada na décima posição do campeonato com a espanhola Marta Garcia e a britânica Sarah Moore, todas com 10 pontos ganhos. A líder é a britânica Jamie Chadwick, atual bicampeã da categoria e vencedora de todas as corridas desta temporada.

Agora, o próximo compromisso de Bruna Tomaselli será o GP da França, daqui duas semanas, no circuito de Le Castellet, nos dias 22 e 23 deste mês.

Fonte: WNG Sports

  • Não há comentários cadastrados até o momento!