publicidade
20/06/2022 14:42

Título no 2º Troféu Ayrton Senna aumenta confiança de Samuel Cruz para buscar o bicampeonato brasileiro


Foto: Tartalho Fotografia

Samuel Cruz


O Kartódromo Speed Park, em Birigui (SP), foi palco para uma grandiosa homenagem a um dos maiores ídolos do automobilismo mundial no último final de semana. Com a presença de pilotos de todo o Brasil, o complexo de velocidade e entretenimento recebeu a 2ª edição do Troféu Ayrton Senna de Kart.

Campeão brasileiro em 2019, o piloto Samuel Cruz foi um dos destaques do evento. Competindo na categoria F4 Graduados com um chassi fabricado pela Kart Mini, o paranaense se postou entre os primeiros colocados desde o início do Troféu Ayrton Senna.

Dono da volta mais rápida na tomada de tempos, ele foi o segundo colocado nas duas provas classificatórias, disputadas na sexta-feira (17), e garantiu um lugar na primeira fila do grid de largada da Final, em segundo.

A Final, cujo vencedor seria o campeão, foi intensa, com várias trocas de posição. Samuel Cruz, sempre presente entre os dois primeiros colocados, travou um belo duelo pela liderança e pelo título e, ao final de 22 voltas, venceu com exatos 400 milésimos de segundos à frente de Murilo Fiore, o segundo colocado.

“Estou muito feliz por ter conquistado esse título, especialmente por ter superado pilotos como o André Nicastro e o próprio Murilo Fiore, que são referências. Não foi um trabalho fácil”, resume Samuel Cruz, de 17 anos, que ainda marcou a melhor volta da corrida final. “Quero agradecer à Kart Mini, que, através do Rennê e do Mário Sérgio, me deu um apoio fundamental. Dedico esse título à Kart Mini”, completou.

O título no 2º Troféu Ayrton Senna deixou Samuel Cruz ainda mais confiante para lutar pelo bicampeonato brasileiro em outubro no Kartódromo Arena Itu, em Itu (SP). “O Brasileiro certamente terá um nível técnico jamais visto nas categorias F4 e o Troféu Ayrton Senna foi um grande preparatório para que eu tenha condições de lutar pelo título novamente”, garantiu Samuel Cruz. “Quero também agradecer ao ótimo trabalho de ‘chão’ do Reny Tibola, que foi essencial para essa conquista. E a todos que de alguma forma nos ajudaram a chegar ao título no Troféu Ayrton Senna, como o Clayton, da Eiko Brazil, e o Renato Tibola, que sempre nos incentiva de alguma forma”, finalizou.

Fonte: KG COM Assessoria de Comunicação

  • Não há comentários cadastrados até o momento!