publicidade
09/06/2022 13:41

Segunda edição do Troféu Ayrton Senna terá premiações que homenageiam o tricampeão mundial


Foto: Débora Almeida

A segunda edição do Troféu Ayrton Senna será realizada entre os dias 16 e 18 de junho no Kartódromo Internacional de Birigui (SP), o Speed Park. Única competição do automobilismo em homenagem ao tricampeão mundial de Fórmula 1, o Troféu Ayrton Senna este ano terá premiações que remetem à história do eterno ídolo brasileiro.

Alguns estão ligados diretamente às façanhas de Ayrton Senna nas pistas pelo mundo a fora. E é claro que elas serão relembradas por meio das conquistas dos pilotos durante a competição no Speed Park.

São esperados mais de 150 pilotos, que serão divididos em 16 categorias. Os prêmios serão dados aos pole-positions, aos que ultrapassarem mais adversário na pista, além de honraria às mulheres e homenagens a Tuka Rocha, um dos idealizadores do evento e que nos deixou antes da primeira edição em 2020.

“Já estamos ansiosos e preparados para receber os pilotos na pista do Speed Park. Fizemos questão de termos o máximo número de troféus e premiações para os atletas, que com certeza darão o seu melhor na pista. Os atletas serão reconhecidos pelo seu esforço e dedicação ao longo da competição. Toda a equipe está trabalhando duro para que tenhamos um grande evento”, disse Fábio Gomide, gestor de competições do Speed Park.

Troféu Super Pole – O nome deste troféu já deixa claro a quem ele é destinado: o piloto que conquistar a pole position, o lugar de honra no grid de largada. Como são 16 categorias, o pole que conseguir a vantagem mais dominante entre todos é que levará o troféu que remete a uma das maiores qualidades de Senna, o domínio dos treinos classificatórios.

Ayrton Senna foi por muitos anos o piloto com o maior número de poles da história da Fórmula 1. Foram 65 poles conquistadas, e até hoje o tricampeão mundial é o dono do recorde de poles consecutivas, oito, entre os GPs da Espanha em 1988 e dos EUA em 1989.

Troféu Superação – Mais um que tem tudo a ver com a história de Ayrton Senna na Fórmula 1, o Troféu Superação será dado ao piloto que mais recuperar posições entre todas as categorias da competição.

Exemplos de superação não faltam na carreira do ídolo brasileiro. Quem não se lembra do GP do Japão de 1988, no qual Senna conquistou seu primeiro título mundial em uma corrida de recuperação impressionante após ficar parado na largada, cair para a 14ª posição, ultrapassar todos os concorrentes e vencer a prova?

E o GP Brasil de 1991, no qual Senna venceu pela primeira vez diante de sua apaixonada torcida? O piloto brasileiro foi perdendo as marchas de sua McLaren durante a prova e terminou a corrida com apenas uma marcha.

Troféu Power Woman – Além dos troféus que homenageiam o ídolo brasileiro, o Troféu Ayrton Senna também fará questão de premiar a pilota mais rápida da competição, para incentivar a igualdade dentro do kartismo e, é claro, valorizar o empoderamento das mulheres dentro do automobilismo no Brasil e no mundo.

Troféu Tuka Rocha – Os destaques precisam de reconhecimento e o Troféu Tuka Rocha fará este papel no Troféu Ayrton Senna. Em homenagem ao ex-piloto da Stock Car que faleceu em 2019 aos 36 anos, este prêmio será dado ao piloto que mais se destacar durante a competição.

Tuka Rocha foi tricampeão brasileiro de kart, trabalhou como coach de jovens pilotos e jamais se afastou do kartismo. Com certeza, o ex-piloto merece todas as homenagens possíveis pelo esforço para revelar novos talentos no automobilismo mundial.

Mais sobre o evento – O Kartódromo Internacional de Birigui (SP), conhecido como Speed Park, está pronto para receber a segunda edição do Troféu Ayrton Senna.

O novo traçado, batizado de Ímola, terá 1.214 metros e 11 curvas no total. Apesar de usar o nome do famoso circuito italiano que atualmente recebe o GP da Emilia Romagna de Fórmula 1, o traçado de ambos não é semelhante.

A segunda edição do Troféu Ayrton Senna de Kart terá motores iguais e sorteados para todos os participantes das categorias do evento, com a exceção das categorias Graduados, KZ e KZ Sênior – as quais correrão com motores próprios, por meio do RNK – Regulamento Oficial da CBA. Os demais pilotos utilizarão motores fornecidos pela mineira RBC Preparações.

Fonte: Troféu Ayrton Senna

  • Não há comentários cadastrados até o momento!